Ver Galeria

Balsam Poplar – Alaska

Populus balsamifera

Nome Popular: Choupo-do-Canadá

Família BotânicaSalicaceae

IndicaçõesResposta sexual e emocional inconsistentes, que, geralmente, resultam de choque e trauma ou falta de aterramento.

Qualidades PositivasLibera a tensão emocional e física associadas ao trauma sexual; equilibra o fluxo de energia vital no corpo; esta essência floral ajuda a ancorar a nossa energia sexual por restaurar um fluxo equilibrado da energia sexual no corpo, e ajuda a sincronizá-la com os ritmos e ciclos do planeta.

As características físicas desta árvore revelam importantes pistas de suas qualidades curadoras. O perfume inebriante de botões viscosos a se abrirem num dia quente de verão, os pendentes amentilhos num tom vermelho profundo e o rápido rítmo de crescimento – tudo isso expressa uma qualidade natural e abundante de fértil energia vital.

A essência Balsam Poplar ajuda-nos a sincronizar os ritmos internos do nosso corpo aos ciclos naturais do planetas. Ela é um catalisador que estimula a liberação das tensões emocionais e sexuais profundamente guardadas que bloqueiam a circulação saudável das energias vitais em nosso corpo físico.

É uma essência é particularmente útil para aqueles que, no decorrer da vida, sofreram algum tipo de abuso sexual ou físico, em especial quando o trauma dessa experiência começou a afetar, de um modo ou de outro, o funcionamento físico corpo. Em tais casos, essa essência também pode ter uso externo: adicionada ao óleo de massagem ou ao banho, ajuda a liberar esse trauma do corpo físico.

Características da planta: Árvore alta, reta e de crescimento rápido; sua casca lisa e verde-acinzentada torna-se, com a idade, escura, rugosa e grossa. São árvores unissexuais, ou seja, as flores masculinas e femininas ocorrem em árvores diferentes. As árvores femininas são extremamente prolíficas, em junho, no Alasca, suas cápsulas liberam grandes quantidades de sementes pilosas. Durante a maturação, os amentilhos vermelhos, femininos, pendem em cachos suspensos e, após liberar suas sementes, caem no chão.

As gemas invernais são largas, pontudas e resinosas e desprendem um aroma acre, que irá permear o ar na primavera. Também conhecida como cottonwood ou choupo-do-canadá, essa árvore é abundante nos cascalhos dos rios e outros habitats com boa drenagem, tais como encostas com face para o sul.