Ver Galeria

Prickly Wild Rose – Alaska

Família BotânicaRosaceae

IndicaçõesPara quem não tem interesse pela vida; apatia; desesperança; falta de confiança e de fé em si mesmo e nos outros; isolamento; inseguro para se abrir para os outros.

Qualidades PositivasEntusiasmo pela vida; coragem face a circunstâncias aparentemente adversas; encoraja à abertura e renova a confiança em si mesmo e nos outros.

Qualidades de cura: As características físicas da Prickly Wild Rose nos oferecem uma representação visualmente descritiva de suas qualidades vibracionais de cura. Suas flores estão em estado de abertura e de vulnerabilidade – suas pétalas caem com facilidade da base das sépalas. Elas chamam nossa atenção pela sua beleza, evocando uma sensação de interesse e de deslumbramento. Os galhos cheios de espinhos dão proteção a estas delicadas flores para que possam evoluir até o estágio onde produzirão seu nutritivo fruto. A essência floral nos ajuda a manifestar e manter uma aura de abertura e interesse corajoso na vida, face a circunstâncias aparentemente adversas. Desta abertura e fé, se origina a sensação de calma. Essência floral que é particularmente muito útil para a pessoa que perdeu o interesse pela vida devido a situações passadas que ela considera como fracassos. Sentimentos muito comuns à medida que ficamos mais velhos e quando atravessamos o período que chamamos de “crise da meia idade”. É a sensação de que não fomos capazes de fazer o que queríamos em nossas vidas e ficamos questionando se chegaremos a conseguir.

Para essa situação ou outras situações de transição importante na vida, Prickly Wild Rose  pode ser muito útil no sentido de liberar as dificuldades do passado, analisar nossas conquistas e realizações com honestidade e olhar para frente, para o futuro, com alegria, otimismo e entusiasmo.

Características da Planta: Prickly Wild Rose é um arbusto espinhoso cheio de galhos, de 30cm a 1,2m de altura. São compostas de uma base esverdeada de cinco sépalas estreitas, parecidas com folhas e cinco pétalas cor-de-rosa. Esta flor se abre de junho a julho, no Alasca e os frutos amadurecem em agosto e setembro. Os frutos desta roseira se constituem na fonte mais rica de vitamina C da região, retendo um grande percentual do seu conteúdo mesmo após cozidos ou desidratados. Prickly Wild Rose é comum nas partes sombreadas das floretas de abetos e temporárias, com faias de antigas queimadas, também em matagais ao longo das margens das estradas e dos charcos por todo o Alasca.